Publicado: 22/05/2020Tempo de leitura: 3 min.

Pauta no Senado pode impactar bancos

Publicado por

Marketing Franq

Marketing Franq

Conteúdos Especiais

Saiba mais sobre essa e outras notícias em nosso Boletim do Dia.

Leia as principais notícias da semana sobre o mercado financeiro que foram destaque em nosso Boletim do Dia.

Projeto no Senado avalia teto de juros do cheque especial e do cartão de crédito 


No Brasil, entre os projetos que estão em vias de serem apreciados pelo Senado está um com impacto direto nos bancos, visando instituir um teto de juros anual do cheque especial e do cartão de crédito, de acordo com esta notícia da Gazeta do Povo.

O relator do projeto, o senador Lasier Martins (Podemos-RS), expandiu o teto para 30% e que, se aprovado, só pode sofrer algum tipo de alteração até 31 de dezembro, quando se estima o fim do estado de calamidade. O projeto teve a votação adiada para a próxima semana.

Mercados globais


Pra quem investe ou está pensando em investir, a nossa parceira Guide Investimentos publica diariamente em seu blog uma série de análises de mercado, tanto de grandes empresas que possuem ações à venda quanto do mercado nacional e internacional, e o que pode influenciar a alta ou queda na bolsa de valores.

A Guide divulgou uma análise dos mercados globais que iniciaram a semana em alta, por conta da reabertura dos negócios nas economias centrais. A retomada econômica em alguns países está gerando otimismo e fôlego para as bolsas internacionais. Parte dos países europeus começaram a afrouxar as restrições com a diminuição no número de mortes, além dos Estados Unidos. Como exemplo, o estado norte-americano da Califórnia, que já está com 75% da sua economia funcionando.

Nesta quinta-feira (21/05), no entanto, os mercados iniciaram com um tom negativo, em razão da tensão entre os Estados Unidos e a China, o que gera cautela entre os investidores por conta do possível confronto comercial entre as duas maiores economias globais.

Fintechs de investimento coletivo no setor imobiliário na mira de investidores PF 


As fintechs que desenvolvem soluções para investimento coletivo no setor imobiliário estão atraindo a atenção de investidores Pessoa Física, interessados em diversificar a carteira e ter retorno de ativos, emprestando dinheiro para construtoras.

De acordo com o site Valor Investe, mesmo em plena crise e com um risco maior de inadimplência por parte das incorporadoras, uma série de plataformas especializadas em "crowdfunding", que pode ser encarado como uma forma de fazer “vaquinha” em ambiente virtual, e também plataformas de "peer-to-peer", que são os empréstimos feitos entre pessoas, observou um aumento na procura por parte de investidores com esse perfil.

Nos siga em nossas redes sociais para acompanhar mais informações sobre o mercado financeiro.